top of page

A SEGUNDA COADA DE CAFÉ

Num contexto conjunto de pandemia, ineficácia da gestão pública e política anti-humanitária de Bolsonaro, estagnou-se a economia e avolumou-se a miséria. Multidão de famintos sem teto começou a circular pelas ruas; em milhões de residências, a fome se fez visitante não convidada.

Isso levou muitos à obrigação humano-psíquica de ajudar, cortar, ao extremo, as próprias despesas para poder socorrer até os limites extremos. E essas necessidades de ajuda, ao longo dos três anos de bolsonarismo, só cresceram.

Foi nesse contexto mais amplo, e somente nesse, que se descobriu o quanto a segunda coada de café se tornou saborosa.

César Cantu

São Paulo, 02.01.2022

110 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page