top of page
  • Foto do escritorEngD

Auditoria para apurar grande número de acidentes na Linha 8- Diamante

Na manhã desta quinta-feira (30), mais um trem da ViaMobilidade descarrilou entre as estações Júlio Prestes e Barra Funda, da Linha 8-Diamante, na região central de São Paulo. A circulação de trens foi paralisada neste ponto, com funcionamento da linha entre as estações Barra Funda e Itapevi. Não houve feridos.


O engenheiro Jean Pejo destacou o grande número de acidentes neste trecho em pouco espaço de tempo. “O caso ainda tem um laudo, mas é muito estranho em menos de quatro meses acontecerem oito acidentes. Isso demonstra inexperiência na operação, a situação ruim da via, fora do gabarito, e problemas na fixação da dormentação”, disse o ex-diretor da Fepasa e presidente do Conselho Consultivo da Frente Nacional pela Volta das Ferrovias (Ferrofrente).


Pejo destacou a necessidade imediata da realização de uma auditoria por parte do Governo do Estado, convocando a ViaMobilidade e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). “É preciso saber a capacidade de operação dessa via que transporta mais de 1 milhão de passageiros por dia. Não dá para brincar com coisa séria. Existe falha na operação; na manutenção; no treinamento de pessoal entre outros problemas. O governo não pode só privatizar e e esquecer tudo”, afirmou.


Membro da EngD e presidente da Ferrofrente José Manoel Ferreira Gonçalves destacou que a sociedade civil, de forma geral, deveria inquirir a ViaMobilidade e a CPTM dos motivos dos sucessivos acidentes.


“A segurança é um aspecto fundamental do transporte público e a Ferrofrente entende que as empresas responsáveis devem prezar pela integridade dos usuários em todos os momentos. É preciso investir em manutenção adequada das linhas e dos trens, bem como em treinamento adequado dos funcionários, afim de garantir a segurança e a qualidade dos serviços prestados”, declarou o engenheiro.


Para José Manoel, "é necessário que as empresas responsáveis assumam a responsabilidade pelos acidentes e sejam transparentes com a população sobre as medidas que estão sendo tomadas para evitar que esses incidentes se repitam no futuro".


Fonte: Ferrofrente

3 visualizações

Comments


bottom of page