top of page
  • Foto do escritorEngD

Lula garante reconstrução de casas em visita a São Sebastião


Em visita ao município de São Sebastião, no Litoral Norte, de SP, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, garantiu a reconstrução de casas atingidas pelos temporais, desde que em áreas consideradas seguras e aptas para moradias. Ele também garantiu recursos para recuperar a rodovia Rio-Santos.


O presidente ressaltou a importância da união dos governos, independente das cores partidárias, para resolver o problema da população.


O presidente lembrou que há municípios brasileiros que registraram tragédias semelhantes há cinco, seis ou sete anos e que, ainda assim, o problema habitacional das famílias afetadas não foi resolvido.


“É comum vermos situações assim em que, sete, oito anos depois, as pessoas que perderam suas casas continuam sem uma solução. Posso garantir que meus ministros estão abertos para que a gente faça uma parceria para recuperar, efetivamente, de verdade, o estrago que a chuva fez aqui em São Sebastião. A construção de casas para as pessoas que perderam suas moradias vai acontecer de verdade”, garantiu Lula.


Lula pediu ao prefeito da cidade, Felipe Augusto (PSDB), auxílio para mapear as localidades em que a Defesa Civil atesta segurança para a construção de casas. Outras cinco cidades foram atingidas: Caraguatatuba, Guarujá, Bertioga, Ilhabela e Ubatuba, onde uma criança morreu.


“Desta vez, vai acontecer de verdade. Só arrumar terreno mais seguro”, disse. “Vocês vão voltar a ter um ninho, para cuidar da família de vocês”, completou. São 970 os desalojados e 747 os desabrigados, além de dezenas de mortos, com 50 casas soterradas só em São Sebastião.


Além da ajuda que já havia sido anunciada por ministérios como o da Integração e Desenvolvimento Regional e o da Saúde, Lula disse que o governo federal vai se empenhar especialmente na reconstrução da estrada Rio-Santos, que ficou interditada, e das casas destruídas em São Sebastião.


Durante a visita, Lula enfatizou que os governos federal, estadual e municipal devem atuar juntos para superar a tragédia. “Estamos juntos. Acabou a eleição”, disse, ao lado do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, e do prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto.


“É possível a gente exercer a nossa função mesmo quando pertence a partidos diferentes ou pensa ideologicamente diferente. O bem comum do povo é muito mais importante do que qualquer divergência que a gente possa ter. Se cada um trabalhar sozinho, nossa capacidade de rendimento é muito menor. Por isso precisamos estar juntos”.

91 visualizações

Comentarios


bottom of page