top of page
  • Foto do escritorEngD

Nós estávamos lá! Democracia Sempre!

A Engenharia pela Democracia (EngD) participou, nesta quinta-feira, dia 11 de agosto, de ato considerado histórico: a leitura da "Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito”, na Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, em São Paulo. A concentração iniciou às 9h30 no Sindicato dos Engenheiros (SEESP) e de lá seguiu em passeata para o local do ato, que reuniu milhares de pessoas.


A data escolhida marca a criação do curso jurídico no país. Pelo menos 15 universidades em nove estados e no Distrito Federal foram palco, nesta quinta-feira (11), da leitura de cartas e manifestações em defesa da democracia e por eleições livres no Brasil. Ao todo, 49 cidades terão mobilização até o final da tarde

A nova Carta foi elaborada um grupo de ex-alunos da Faculdade e faz referência aos 45 anos da "Carta aos Brasileiros", de 1977, quando um movimento liderado pelo professor Goffredo da Silva Telles Junior denunciou a ilegitimidade do governo militar.


A EngD foi uma das primeira signatárias da Carta, que contou com 950 mil assinaturas, inclusive as de 8 candidatos à Presidência da Republica: Lula, Ciro Gomes, Simone Tebet, Felipe D’Ávila, Soraya Thronicke, Sofia Manzano, Leonardo Péricles e Eymael. O presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) não assinou o documento e criticou a iniciativa.


Reação Democrática - Na quarta-feira um grupo de 42 artistas publicou um vídeo realizando a leitura da carta. Entre eles estão Chico Buarque, Fernanda Montenegro, Caetano Veloso, Anitta, Milton Nascimento, Djavan, Dira Paes e Wagner Moura.


Mais cedo, no mesmo prédio da faculdade, foi lido o documento feito pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) também em defesa pela democracia.

33 visualizações

Comments


bottom of page