top of page

Roda de Debate EngD: "A crise climática e a Engenharia Brasileira" com o Prof. Pedro Roberto Jacobi


A Crise climática e a Engenharia Brasileira será o tema da 4a. Roda de Debate da EngD, com a presença do ilustre Professor da USP Pedro Roberto Jacobi, no dia 28 de novembro às 18 hs.


Inscreva-se para participar e receber o link na sala do zoom ou assista no Youtube Engenharia Pela Democracia.


Para o Professor Pedro Jacobi:


Os “desastres anunciados”, como as últimas enchentes que ocorreram em grandes cidades como São Paulo e Belo Horizonte, não podem ser vistos como meras fatalidades.


Isso porque, na maioria dos casos, podem ser previstos e evitados.

São principalmente consequência de décadas de descaso do poder público em relação ao planejamento urbano e às políticas setoriais relacionadas. Trata-se também de um problema relacionado ao fato de as cidades brasileiras apresentarem a marca da desigualdade inclusive na distribuição social dos riscos inerentes à precariedade urbana.


Além disso, os desastres também revelam o despreparo das autoridades para alertar a população mais vulnerável e removê-la das áreas de risco de alagamento e deslizamento de encostas, por exemplo, garantindo abrigo em situações de calamidade iminente.

As autoridades públicas geralmente justificam tais tragédias como consequências de eventos climáticos incomuns, como se estivessem fora dos padrões já previstos pelos serviços de meteorologia e por pesquisadores que estudam, há décadas, os efeitos do aquecimento global nas cidades.


Cabe registrar, ainda, a incapacidade das políticas urbanas de gerir o uso do solo e a setorialidade na aplicação de políticas ambientais com repercussão no planejamento dos territórios. Há diversos instrumentos que permitiriam identificar áreas vulneráveis, subsidiando estratégias para prevenir e mitigar desastres e, além disso, promover medidas de adaptação diante de eventos extremos em áreas costeiras e bacias hidrográficas.


O professor Pedro Roberto Jacobi possui graduação em Ciências Sociais (1973) e em Economia (1972) pela Universidade de São Paulo.


Mestrado em Planejamento Urbano e Regional pela Graduate School of Design - Harvard University (1976), Doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1986). Livre Docente em Educação -USP.


Professor Titular Senior do Programa de Pós Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM/IEE/USP) da Universidade de São Paulo. Membro da Divisão Científica de Gestão, Ciência e Tecnologia Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente/USP . Presidente da Comissão de Pós Graduação e Coordenador do PROCAM/USP 1998-2000 e 2010-2012).


Coordenador do Grupo de Acompanhamento e Estudos de Govenança Ambiental - GovAmb/IEE. Membro do Conselho e Pesquisador do Nucleo de Pesquisa INCLINE INterdisciplinary CLimate INvestigation Center da USP. Coordenador do grupo de Estudos de Meio Ambiente e Sociedade do Instituto de Estudos Avançados da USP. Pesquisador Colaborador do IEA/USP junto ao Programa USP Cidades Globais.


Membro do Conselho Estratégico do Programa USP Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da USP. Coordenador do Projeto Temático (FAPESP- 2017-2022) Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista face às Mudanças Climaticas.


Pesquisador do projeto Res Nexus - Agua, Energia e Alimentação (FAPESP/NWO 2016-2019). Coordenador da equipe brasileira do Projeto Bluegrass - FAPESP/ANR (2014-2018). Foi Coordenador de Projeto Alfa da Comunidade Européia sobre Governança da Água na América Latina e Europa (2005-2009).


Membro do Board Internacional do Instituto SARAS (South American Institute for Resilience and Sustainability Studies/Uruguai. Membro da Rede Unitwin- Centro Regional Cambio Climático y Toma de de Decisiones.

Membro do Board do Instituto SARAS- Membro da Rede Waterlat. Presidente do Conselho do ICLEI-América do Sul.


Foi membro do Conselho Diretor de Greenpeace Brasil (2016-2020). Editor da revista Ambiente e Sociedade (ANPPAS).


Membro do Conselho Editorial das revistas EURE (Santiago) (0250-7161), Environmental Sociology, International Journal of Urban Sustainable Development,Organizações e Sociedade, Pesquisa em Educação Ambiental.


Foi presidente da ANPPAS (período 2000-2004). Foi membro do Conselho do Comite de Meio Ambiente e Sociedade da International Sociological Association-ISA (2010-2014). Membro da Diretoria Anppas 2019-2022 como Diretor de Publicações.

22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page