top of page

Um plano de ação para a EngD

Nesta nova conjuntura nacional após a vitória das forças democráticas nas eleições presidenciais, precisamos ter um plano de ação bem definido e consequente para a EngD, tendo em vista cumprirmos a Missão exposta em nosso estatuto: ”Ser um movimento de destaque nacional no campo da Engenharia, ...... pautado na democracia plena e desenvolvimento socioambiental, geopolítico, geoeconômico, cultural e tecnológico, com a aplicação propositiva dos fundamentos da Ciência, Engenharia, Arquitetura, Geociências e áreas técnicas afins, em conjunto com todos os segmentos representativos da sociedade”. Em meu texto anterior “Os novos desafios da EngD”, expus minha proposta para basear o planejamento da EngD em três pilares: - Estruturação e fortalecimento dos Grupos Temáticos (GT’s); - Interação com os órgãos Governamentais - federais, estaduais e municipais; - Fortalecimento da estrutura interna da EngD. Agora pretendo detalhar minha proposta para a Estruturação e Fortalecimento dos GT’s. No período de criação e de estruturação legal do movimento, buscamos ter uma funcionalidade básica, como arrecadação de recursos, criação de grupos de WhatsApp, criação das coordenações, a provisória e a definitiva que foi registada em cartório. Realizamos vários eventos virtuais, participamos das grandes manifestações e demos um perfil nacional ao nosso movimento, enfim, acredito que fomos bem sucedidos e eficientes dentro do alcance que conseguimos nesta etapa inicial. Neste momento, a Coordenação estuda a implantação de um plano de comunicação, para alcançar e estimular a participação de um maior número de profissionais, conseguir mais propostas, ter mais influência etc. Enfim, mostrar com clareza nossa linguagem, nossos objetivos etc. Para melhor definir a atuação para esta nova etapa, penso que devemos adotar os seguintes passos: - Elaborar uma pesquisa de opinião entre os associados, os participantes dos grupos de WhatsApp e com os cerca de 1500 cadastrados que já participaram de nossas atividades, para levantarmos, por exemplo, como veem a EngD, o que esperam dela, como está sua atuação, receber propostas, críticas etc. Isto irá embasar nosso planejamento. - Criar o Comitê de Recepção para recepcionar os novos associados, ouvi-los, receber sugestões, explicar melhor o que é este movimento, convidá-los a participarem de algum núcleo, dos GT’s, etc. Adotar o mesmo procedimento com os membros antigos da EngD que ainda não estão integrados em algum núcleo. Não podemos deixar os associados isolados. - Implementar os Grupos Temáticos. Os únicos GT’s que funcionam atualmente são o Estratégico e o de Comunicação (roteiros de vídeos). Mas poderemos ter GT’s de Meio Ambiente/ Saneamento, de Ciências&Tecnologias&Inovação, de cidades, energia etc. O Comitê de Recepção, juntamente com a Governança, deve analisar as fichas cadastrais de todos os membros, novos e antigos. Obter o preenchimento das fichas cadastrais de todos que estiverem ao nosso alcance. A partir da análise das fichas, organizar grupos por preferências nos temas escolhidos e convidá-los para reuniões organizativas. Definir o funcionamento dos grupos, eleger coordenações, suas metas e tarefas, que podem ser a elaboração de textos com propostas para serem divulgados em nossas redes, vídeos, Rodas de Debates, eventos, fóruns etc. O cerne da estruturação da EngD deve ser o fortalecimento dos GT’s, sem eles, tudo ficará solto, ao sabor dos eventos. Se queremos ter uma estrutura forte, devemos mirar as entidades bem sucedidas, estas fortalecem suas bases. - Organizar e fortalecer a atuação da Coordenação e do Conselho Deliberativo. Os Coordenadores deverão acompanhar e coordenar os GT’s. Uma vez que estes estejam funcionando em sintonia como as Coordenadorias, seus membros acabarão por se integrar com as Coordenadorias, fortalecendo suas atuações e a estrutrura da EngD. Os membros do CD, embora tenham um papel específico definido no Estatuto, também podem participar e coordenar os GT’s, resultando numa maior integração com o dia-a-dia da direção da EngD, como já vem fazendo o Presidente do CD. - Planejar as reuniões. Atividades com voluntários, como a nossa, normalmente dependem de muita insistência e conscientização. Por isso, é necessário sempre estar expondo aos participantes, os objetivos das reuniões, ter pautas elaboradas com antecedência, apresentar os documentos e propostas com antecedência, com discussões preferencialmente objetivas e curtas. É necessário sempre reforçar os convites. - Classificados de Profissionais Especialistas: Atualmente o que oferecemos aos associados, em troca de suas contribuições, são propostas de lutas por uma engenharia nacional protagonista do desenvolvimento e da democracia, da valorização das ciências etc. Isto é bastante forte e coerente, mas atinge apenas os que têm um elevado nível de consciência e comprometimento com estas bandeiras. Para ampliarmos nosso alcance, devemos pensar em oferecer também algum tipo de serviço ou valor intelectual que estimule o ato associativo. Penso que poderíamos criar um espaço de anúncios classificados de especialistas em serviços de engenharia, com nossos associados contribuintes, que seria divulgado ao nosso público e à sociedade. Por exemplo: projetos de desenvolvimento urbano, técnicos em TI, manutenção de condomínios (civil, elétrica), projetos elétricos industriais e prediais, energia fotovoltaica, ar condicionado etc. São serviços procurados pelo mercado, que nossos associados poderiam oferecer. Isto pode atrair profissionais de todo o país. - Galeria dos Associados: Podemos criar em nosso site, uma galeria dos associados, com foto, o curriculum, a biografia e a experiência profissional de cada um. Isto enriquece nossa entidade pela qualidade de seus membros, ao mesmo tempo que cada um se sente valorizado. - Cursos: esta ideia é bastante interessante, mas deve ser bastante estudada. Os convênios com outras entidades parecem ser um bom caminho a ser adotado. Espero que esta proposta seja analisada e aperfeiçoada pelos colegas, para atingirmos os objetivos maiores da EngD.


Velf Barreto Coordenador de Finanças

0 visualização
bottom of page