top of page
  • Foto do escritorEngD

NOTA DE PESAR | Luiz Werneck Vianna, presente!



O movimento Engenharia pela Democracia (EngD) lamenta a morte do sociólogo Luiz Werneck Vianna, um dos maiores intérpretes do País. Werneck – que presidiu a Anpocs (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais) – faleceu nesta quarta-feira (21), aos 86 anos.

 

Nascido no Rio de Janeiro em 1938, ele cursou Direito na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ex-militante do PCB (Partido Comunista Brasileiro), foi perseguido pela ditadura militar. Em 1971, período em que fazia mestrado no Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), foi obrigado a se exilar. De volta ao País, foi preso por seis meses.

 

Em 1976, tornou-se doutor pela USP com a tese “Liberalismo e sindicato no Brasil”, que marcou época e virou um clássico na área. Na década de 1990, Werneck também foi pioneiro na leitura da “judicialização da política” pela ótica marxista. Por décadas, dedicou-se também ao ensino e à pesquisa, na condição de professor no Iuperj e na PUC-Rio.

 

Luiz Werneck Vianna, você está presente!

 

São Paulo, 22 de fevereiro de 2024

 

Engenharia pela Democracia (EngD)

42 visualizações

Comments


bottom of page