top of page

EngD e Fisenge promovem debate “Por mais mulheres negras na Engenharia”.

A Engenharia pela Democracia, em parceria com o Coletivo de Mulheres da Fisenge, realiza na próxima quarta-feira (15), às 19 horas, o debate “Por mais mulheres negras na Engenharia”.


O objetivo é sensibilizar para a importância de se promover a participação de mais mulheres na Engenharia, com equidade étnica-racial, nesse campo profissional ainda majoritariamente branco e masculino.


Para contribuir com a reflexão sobre o tema foi convidado Osiris Barboza de Almeida, o assessor de Relacionamentos Institucionais e Parlamentares do Crea-RJ e mestre em Ciências Sociais, com a pesquisa “O Lar, a Senzala e a Trena: uma pesquisa sobre a trajetória da mulher negra na engenharia brasileira”


Também participam a engenheira civil Odete dos Santos, presidente do Conselho Deliberativo da EngD e da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Guarulhos; e Simone Baía, engenheira química e mestre em Geoquímica Ambiental e diretora do Senge-ES e do Coletivo de Mulheres da Fisenge.


A mediação será de Cládice Diniz, engenheira naval, doutora em Ciência da Informação, vice-coordenadora Nacional da EngD Engenharia pela Democracia, coordenadora do Projeto Engenheiras do Futuro, professora PPGB/UNIRIO; e Virginia Brandão, engenheira eletricista e diretora da Mulher da Fisenge e do Senge-RJ.


A organização é das engenheiras Cládice Diniz, Martha Simas, Odete dos Santos e Virginia Brandão.


Assista!



94 visualizações

Comentarios


bottom of page